O Uso da Taxionomia de Bloom no Contexto da Avaliação por Competência

Ana Paula Salgado Beleza de Oliveira, José Nelciclébio de Aguiar Pontes, Marcos Aurélio Marques

Resumo


O presente artigo tem como objetivo pensar o uso da Taxionomia de Bloom no contexto da avaliação por competência a fim de propor esse recurso na compreensão da classificação de metas e objetivos educacionais. A partir de um trabalho de revisão bibliográfica, que teve como aportes teóricos Bloom et al (1979), Araújo e Rabelo (2015), Antunes (2011), Demo (1999, 2008), Luckesi (2011), destacamos as necessidades de um aperfeiçoamento ou mesmo uma reestruturação nos objetivos e estraté-gias educacionais para acompanharem as inovações e utilizá-las em favor do processo de ensino-aprendizagem pautado no desenvolvimento de habilidades e competências para a formação integral dos alunos. Pensar o ensino-aprendizagem por competências é entender que o estudante precisa constituir-se como competente nas resoluções de problemas, sejam eles simples ou complexos e em todos os campos sociais. Assim, pode-se afirmar que o uso da taxionomia nos objetivos educacionais e em avaliações, representa um ótimo recurso para o desenvolvimento de avaliações com foco em competências. Com ela, além da possibilidade de elaborar situações problemas para os alunos, o professor também pode se auto avaliar, de modo que possa acompanhar, traçar objetivos e estratégias para o ensino-aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.